Sábado, 15 Fevereiro 2020 13:39

CORONAVÍRUS | Plano Estadual de Contingência será discutido com municípios de fronteira Destaque

Escrito por LIDIANE OLIVEIRA
A Sesau discutirá como serão estabelecidos os fluxos de atendimento aos pacientes A Sesau discutirá como serão estabelecidos os fluxos de atendimento aos pacientes Ascom/ Sesau

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), tem dado continuidade ao trabalho de enfrentamento do Coronavírus, como parte das ações previstas no Plano de Contingência, construído pelo Governo Federal.

Na próxima segunda-feira, 17, a equipe da CGVS (Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde), por meio dos Departamentos de Vigilância Epidemiológica, Ambiental e Vigilância Sanitária, fará a apresentação do Plano Estadual de Contingência, a partir das 8h30, no Auditório José Mário Guerra do Aeroporto Internacional de Boa Vista- Atlas Brasil Cantanhede.

A reunião tem como foco o alinhamento de fluxos de atendimento, estabelecidos pelos municípios em conjunto com o Estado.

Participarão do encontro representantes dos municípios de Pacaraima, Normandia, Rorainópolis e Bonfim, além de representantes das unidades hospitalares, Unidades Básicas de Saúde, Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), Operação Acolhida, DSEI Leste e Yanomami e secretários de Saúde.

Conforme a coordenadora geral de Vigilância em Saúde, Neila Teixeira de Macedo, as decisões que serão acertadas durante a reunião serão incluídas no Plano de Contingência Estadual.

“A troca de informações com os municípios de fronteira é fundamental para o fortalecimento da vigilância do Coronavírus, para que possamos fazer o enfrentamento adequado de possíveis casos”, declarou Neila.

PLANO - O Plano Estadual de Contingência já foi concluído, aprovado pelo CIEVS (Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde) e apresentado ao Ministério da Saúde, para aprovação do COE Nacional.

“A última etapa a ser realizada será o alinhamento dos fluxos para deixar claro de que forma cada unidade de saúde atenderá o paciente, se houver algum caso confirmado”, finalizou.