Terça, 04 Mai 2021 23:26

REFORÇO NA CAMPANHA | Governo de Roraima entregará mais de 18,5 mil vacinas contra covid-19 para municípios Destaque

Escrito por Aymê Tavares
REFORÇO NA CAMPANHA | Governo de Roraima entregará mais de 18,5 mil vacinas contra covid-19 para municípios Ascom/Sesau

O Governo de Roraima já iniciou a distribuição de vacinas para os municípios realizarem a ampliação da campanha de imunização contra a covid-19, para que sejam alcançadas as pessoas incluídas no grupo de comorbidades. Ao longo desta semana, cerca de 18.590 doses serão entregues, assegurando que o maior número de pessoas seja alcançado, conforme recomendação do MS (Ministério da Saúde).

Nesta terça-feira, 4, pelo menos 12.560 vacinas foram entregues para quatro municípios, sendo que Boa Vista recebeu 10.985 doses; Bonfim, 325 doses; Cantá, 990; e Normandia, 260 doses. Nesta quarta-feira, 5, os imunobiológicos serão entregues para os municípios de Caracaraí (645 doses), Caroebe (370), Iracema (370), Mucajaí (610), Rorainópolis (1.565), São João da Baliza (285) e São Luiz (250). Entre os dias 6 e 7 será a vez dos municípios de Amajari (350), Alto Alegre (485), Pacaraima (755) e Uiramutã (345) receberem as vacinas.

De acordo com a gerente do Nepni (Núcleo Estadual do Programa Nacional de Imunização), Alice Dantas, para garantir que a vacinação ocorra de forma ágil e segura, as equipes vêm realizando um planejamento técnico criterioso.

“Serão atendidas pessoas com síndrome de Down, com a idade entre 18 a 59 anos, pessoas com doença renal crônica em terapia de substituição renal [diálise], gestantes e puérperas com comorbidades, pessoas com comorbidades de 55 a 59 anos e pessoas com deficiência permanente cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada de 55 a 59 anos”, esclareceu.

De acordo com o Vacinômetro, Roraima recebeu 196.710 vacinas e já foram distribuídas 169.121 doses, mais de 85% de distribuição do total recebido do MS. Até o momento, foram aplicadas 114.411 doses, sendo 67.431 da primeira dose e 46.980 da segunda dose.

“É importante reforçar que as pessoas estejam atentas ao comunicado de cada coordenação municipal, uma vez que a vacinação ocorrerá de forma escalonada. A Sesau [Secretaria de Saúde] continuará com a organização da logística de distribuição, auxiliando os municípios no que for necessário”, complementou.