Sexta, 12 Julho 2019 19:15

PESQUISA | Educação estimulará a produção de trabalhos e pesquisas científicas nas escolas, com foco na Feira de Ciências Destaque

Escrito por MÁGIDA AZULAY KHATAB
Os professores das escolas estaduais estão sendo capacitados para elaboração de projetos científicos. Os professores das escolas estaduais estão sendo capacitados para elaboração de projetos científicos. Ascom/Seed

Incentivar os estudantes da rede pública estadual de ensino a realizarem pesquisas e trabalhos de cunho científico. Esta é a intenção da Seed (Secretaria de Educação e Desporto), por meio de um plano de ação desenvolvido pela DIFIC (Divisão do Fortalecimento do Currículo).

Dentro do plano de ação, organizado pela Coordenação de Iniciação Científica da DIFIC, estão previstas a formação de parcerias com instituições públicas e particulares e a realização de encontros e palestras para professores da rede estadual de ensino.

Nas palestras, técnicos da Seed apresentam a metodologia ativa STEM (Scicence, Technology, Engineering, and Mathematics), ou seja, uma metodologia diferenciada de trabalho envolvendo disciplinas de Ciências, Matemática, além de Tecnologia e Engenharia.

Nas palestras que são realizadas durante o encontro pedagógico das escolas, as técnicas também abordam sobre projetos, desde a elaboração, as etapas seguintes e também sobre como trabalhar os projetos e as pesquisas na sala de aula com os estudantes.

A ideia da ação é que a pesquisa científica se torne um processo contínuo no desenvolvimento do aluno. A iniciação científica será trabalhada com os estudantes do Ensino Fundamental e Ensino Médio.

“O nosso trabalho é voltado para a iniciação científica dos alunos das escolas públicas do nosso Estado. Nós vamos às escolas e, durante as capacitações com os professores, realizamos atividades relacionadas às etapas dos projetos científicos e também levamos orientações sobre a Feira de Ciências do Estado”, explicou Gisele de Oliveira, da Coordenação de Iniciação Científica.

Gisele explicou ainda que no primeiro semestre desde ano foram realizadas capacitações para professores de 31 escolas de Boa Vista e que no segundo semestre o trabalho vai continuar na capital e também no interior.

“Inicialmente, a capacitação ocorrerá em uma escola por município, selecionada pela maior quantidade de professores e estudantes. Convidaremos todos os professores das demais escolas daquele município para no dia participar da capacitação na escola definida, como forma de levar o conhecimento para o maior número de profissionais”, explicou Gisele.

FEIRA DE CIÊNCIAS - Nas escolas, a capacitação realizada pela Coordenação de Iniciação Científica também está sendo direcionada para a Feira de Ciências do Estado, prevista para ocorrer na segunda quinzena do mês de novembro. Este ano, a feira terá como tema “Bioeconomia: Diversidade e Riqueza para o Desenvolvimento Sustentável”.

“Nós falamos sobre bioeconomia, sobre sustentabilidade, potencialidades de Roraima e sobre as possibilidades de contribuição para o desenvolvimento do nosso Estado, enfatizando que os projetos e as ideias devem partir do estudante e o professor deve ser o orientador da pesquisa”, destacou Gisele.

Os trabalhos da Coordenação de Iniciação Científica também são realizados pelos professores Dayane Rodrigues e Diego Araújo, da DIFIC do DEB (Departamento de Educação Básica) da Seed.

Para o desenvolvimento das ações, a Coordenação de Iniciação Científica já conta com a parceria do Centro da Visão (Dr. Amarildo Rodrigues), Sukatinha e Dra. Janice de Oliveira.