Mostrando itens por marcador: governoderoraima

Segunda, 03 Fevereiro 2020 12:31

COMUNICADO

A Sesau (Secretaria Estadual de Saúde), por meio da CGVS (Coordenação Geral de Vigilância em Saúde), torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica do país com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado e as publicações vão ocorre diariamente, sempre a partir das 16 horas, no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br), pelas redes sociais e na imprensa local.

Também é válido ressaltar que a atualização do MS (Ministério da Saúde) apontou um aumento no número de casos suspeito do vírus, pulando de 13 para 16 notificações.

 

Publicado em DESTAQUES

Para orientar as pessoas sobre o tratamento da Hanseníase, a Sesau (Secretaria de Saúde), por meio do NCH (Núcleo de Controle da Hanseníase), realizou na manhã desta sexta-feira, dia 31, na CECM (Clínica Especializada Coronel Mota) uma programação voltada para toda comunidade em geral do Estado.

A ação é alusiva ao “Janeiro Roxo”, campanha criada especialmente para combater a doença, que ainda é associada a muita desinformação e ao preconceito.

 “A Hanseníase é conhecida por muitos como a antiga lepra, e muitas vezes esse preconceito ocorre por falta de informação. É uma doença que tem cura, o atendimento é gratuito pelo SUS [Sistema Único de Saúde], e ela já pode ser diagnosticada precocemente, bem antes dela causar deformações”, explicou Rita Fonseca, gerente do NCH.

De acordo com o NCH, de janeiro a dezembro deste 2019, foram registrados 130 novos casos de Hanseníase em Roraima, um número expressivo, mas que mostra que as pessoas estão mais conscientes da importância do tratamento.

 “A gente sempre orienta de que em casos positivos para a doença, que o paciente também nos comunique sobre as pessoas com quem ele teve contato, por ser uma doença que pode ser repassada pelo contato prolongado com paciente já infectado e também por vias respiratórias”, complementou Rita.

Durante o período de realização da programação, foram realizados 70 diagnósticos rápidos da doença. Já para aqueles que foram diagnosticados com outros tipos de problemas de pele, os profissionais realizaram o agendamento consultas com dermatologistas da unidade de saúde.

A dona de casa Maria Lemos, de 68 anos, aproveitou a oportunidade para fazer uma avaliação dermatológica. “Estou com uma mancha no meu rosto há um bom tempo, três anos, e quando vi que teria um dia focado nos diagnósticos eu aproveitei”, ressaltou.

 ALGUNS SINAIS QUE PODEM INDICAR HANSENÍASE

 - Manchas avermelhadas ou esbranquiçadas pelo corpo;

 - Dores nas articulações, pés ou nos olhos;

 - Sensação de formigamento, redução da sensação de tato ou perda de sensação de temperatura;

 - Perda de peso.

Publicado em DESTAQUES

Devido aos impactos que a imigração venezuelana continua causando ao estado de Roraima, o governador Antonio Denarium se reuniu com o novo coordenador da Operação Acolhida, general Antonio Manoel de Barros, e apontou as dificuldades e necessidades que precisam ser sanadas.

O encontro ocorreu na tarde de quinta-feira (30), no Palácio Senador Hélio Campos. No início da conversa, Denarium expôs a realidade atual do Estado, que está com os serviços básicos oferecidos sobrecarregados, prejudicando toda a população.

 "Os impactos da imigração tomaram uma proporção enorme, causando problemas sérios em diversas áreas. Mesmo com a atuação da Operação Acolhida, o Estado fica com o peso maior nas costas, nos hospitais e salas de aulas, por exemplo", afirmou. 

Denarium falou sobre os dados dos impactos da imigração. Segundo ele, hoje o sistema prisional possui 300 imigrantes presos, 40% dos leitos dos hospitais são ocupados por venezuelanos e aproximadamente 10 mil alunos imigrantes [não só venezuelanos] estão matriculados na rede de ensino estadual.

 "Mesmo diante de tantos gastos com os serviços oferecidos aos imigrantes, o Executivo Estadual não recebeu nenhum apoio financeiro do Governo Federal, que pudesse ajudar na reposição dos gastos", complementou Denarium.

Diante dos relatos do governador, o coordenador da Operação Acolhida general Antonio Manoel de Barros disse que pretende estreitar os laços com o Executivo Estadual e que será estabelecido um plano de ação para ser usado no caso do trabalho integrado.

 "Essa aproximação irá permitir um gerenciamento mais eficiente das ações que são realizadas para o acolhimento dos imigrantes. Um novo plano de trabalho que iremos executar irá permitir melhores resultados", acrescentou.

Durante a reunião general Barros propôs o compartilhamento de informações quantitativas, entre o governo e a coordenação da Operação Acolhida, dos dados de imigrantes em hospitais, escolas, abrigos e nas forças de segurança estaduais para chegar a números mais precisos.

 "O compartilhamento das informações vai permitir que possamos realizar ações mais efetivas. Além disso, apresentará um diagnóstico mais abrangente do que o que o Estado passa, revelando suas reais necessidades diante da imigração", explicou o coordenado da Operação Acolhida.

Em seguida general Barros apresentou ao governador e aos secretários de Estado os detalhes da Força-Tarefa Roraima em busca de alinhamento institucional para efetuar melhor as ações conjuntas. Ao final, conversaram também sobre a possibilidade de um plano de desocupação dos prédios públicos estaduais que há a presença de imigrantes. O assunto ainda está em discussão.

 

Publicado em MANCHETES
Sexta, 31 Janeiro 2020 15:45

COMUNICADO

A PMRR (Polícia Militar de Roraima) informa que a Operação Cerco/Bloqueio, ocorrida na tarde de quinta-feira, dia 30, resultou na abordagem de 631 venezuelanos e um brasileiro em três prédios públicos que estão desativados e foram tomados por imigrantes: Boa Vista Shopping, e as antigas Secretarias de Educação e Desporto (Seed) e de Gestão Estratégica e Administração (Segad).

A ação, coordenada pelo BOPE (Batalhão de Operações Policiais) e com a participação da Força Tática, do Choque, do Canil e do GATE (Grupo de Ações Táticas Especiais), resultou na apreensão de 38 armas brancas, entre facas, facões e terçados, duas bicicletas, dois computadores notebooks, 26 aparelhos celulares de diversos modelos e marcas, caracterizados como frutos de roubo ou furto, e um cão da raça Pug, que foi entregue para a proprietária.

Foram apreendidos também dois aparelhos receptores de sinal de TV fechada e uma caixa de som de 800w.

 

Publicado em DESTAQUES
Sexta, 31 Janeiro 2020 13:21

COMUNICADO

A Sesau (Secretaria Estadual de Saúde), por meio da CGVS (Coordenação Geral de Vigilância em Saúde), torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS. A divulgação deste material foi definida em reunião realizada na manhã desta quinta-feira, dia 30, entre autoridades de saúde do Estado e dos Municípios

Cabe ressalta ainda que a divulgação da situação epidemiológica do país com relação a doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado e que as publicações vão ocorre diariamente, sempre a partir das 16 horas, no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br), pelas redes sociais e na imprensa local.

Publicado em DESTAQUES

Os atendimentos realizados pelo Procon Estadual, do Governo de Roraima, aos consumidores devem ser agilizados a partir do mês de fevereiro. A novidade é que o Órgão aderiu ao novo sistema da Secretaria Nacional do Consumidor, conhecido como PróConsumidor. Trata-se de uma plataforma digital do Governo Federal que facilitará os procedimentos de conciliações.

O diretor do Procon Estadual, Lindomar Coutinho, disse que o PróConsumidor tem vários recursos que facilitarão todo o processo de negociação entre os consumidores e as empresas. 

 “Esse sistema vai trazer mais benefícios para o Procon e os consumidores, porque disponibilizará mais instrumentos de utilização. Será mais fácil de acompanhar as demandas que chegarem até nós. O processo de conciliação poderá ser feito dentro da plataforma, com o encaminhamento das propostas”, explicou.

Coutinho disse que Roraima é o primeiro estado da região Norte a utilizar a plataforma. Afirmou que o PróConsumidor irá substituir automaticamente o programa do Sindec [Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor], que ainda está sendo utilizado pelo Órgão.

 “Essa substituição ocorrerá automática, assim que nossos servidores estiverem familiarizados com o novo sistema. Temos o compromisso de sempre nos atualizar para melhorar nossos serviços, porque o consumidor merece todo respeito”, reforçou.

Para entender sobre o funcionamento do sistema, os servidores do Procon Estadual começaram a fazer um curso que começou na segunda-feira, 27,e que segue até sexta-feira, dia 31.

 “Vamos atualizar todos os servidores do Procon para que tenham total acesso ao sistema, podendo assim prestar um bom serviço aos consumidores que nos procurarem aqui no Órgão”, garantiu Coutinho.

Como buscar atendimento

O consumidor que quiser fazer algum tipo de reclamação pode se dirigir à sede do Procon Roraima, que fica na Av. Getúlio Vargas, n° 8021, no São Vicente. Mesmo local onde funciona a Sejuc (Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania).

Qualquer dúvida também pode ser sanada pelos telefones (95) 99172-4008 e (95) 99176-0022. Os atendimentos presenciais e por ligação são realizados das 7h30 até 13h30.

 

Publicado em DESTAQUES

Em face da ameaça mundial do novo coronavírus, a Sesau (Secretaria de Saúde), por meio da CGVS (Coordenação Geral de Vigilância em Saúde), realizou na manhã desta quinta-feira, dia 30, uma reunião de acertos sobre as estratégias que farão parte do plano contingenciamento contra o vírus no Estado.

Além de autoridades de saúde dos 15 municípios, o encontro contou ainda com a presença de representantes de órgãos ligados a outros segmentos, como Defesa Civil Estadual, CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima), PMRR (Polícia Militar de Roraima, EB (Exército Brasileiro) e Sesai (Secretaria Especial de Saúde Indígena).

A montagem do plano de contingenciamento é essencial para que as cidades de Roraima possam se preparar no atendimento aos casos suspeitos do coronavírus. Como forma de alinhar os trabalhos das vigilâncias de saúde dos municípios, ficou acertado que a CGVS fará a divulgação de boletins epidemiológicos diários, sempre às 16 horas.

 “Precisamos que os profissionais da saúde saibam diagnosticar a suspeita já na fronteira. Também iremos divulgar boletins diários sobre diagnóstico de suspeitos, mesmo que não haja nenhuma confirmação por enquanto”, destacou Valdirene Oliveira, diretora do DVE (Departamento de Vigilância Epidemiológica).

Outra medida importante anunciada na reunião foi a articulação conjunta entre Sesau e Prefeitura de Bonfim para alinhamento estratégico de monitoramento da doença. O Estado possui duas fronteiras internacionais (Venezuela e Guiana), no entanto, a preocupação é maior com relação à faixa de fronteira com Lethem, já que a cidade guianense costuma receber muitos turistas oriundos da China, país onde teriam se originado os primeiros casos do vírus.

 "Já colocamos todos os nossos profissionais em alerta e estamos repassando todos os cuidados que eles devem ter em relação à detecção dos casos. Também estamos fazendo o mesmo trabalho com a população, para que eles tenham a ciência de como proceder, caso apresentem algum sintoma do vírus", frisou Jader Vieira Júnior, coordenador da Atenção Básica de Bonfim.

Já para o município de Pacaraima, norte do Estado, a Força-Tarefa Logística Humanitária da Operação Acolhida receberá ajuda e orientações para atuar na detecção dos casos suspeitos, um trabalho que vai contar com apoio de efetivo da própria Sesau.

 “O primeiro sintoma que deve ser observado é a febre e também se a pessoa possuí algum tipo de sintomas respiratórios, como tosse e batimentos nasais. Outra questão é saber se essa ela viajou para a China nas últimas semanas, ou se teve com alguém que manifestou os mesmos sintomas”, ressaltou Valdirene.

 ALERTA EPIDEMIOLÓGICO – Por conta dos alertas da OMS (Organização Mundial de Saúde) e do MS (Ministério da Saúde), a Sesau realizou no fim da tarde de ontem, dia 29, a publicação do alerta epidemiológico relacionado às medidas  que devem ser adotadas pelas autoridades de saúde do Estado e dos municípios no monitoramento e coleta de amostras de casos suspeitos do coronavírus.

As informações contidas no documento da CGVS visam orientar os estabelecimentos de Saúde de como devem proceder no monitoramento da doença. O alerta pode ser acessado no site da própria secretaria (www.saude.rr.gov.br).

 

--

Publicado em DESTAQUES

Com agências instaladas em todos os 5.570 municípios brasileiros, os Correios são um importante meio de aproximação com a população. Pensando nisso, a instituição lançou o programa Balcão do Cidadão para trabalhar em parcerias com outras instituições, oferecendo diversos tipos de serviços.

Em Roraima, a assinatura do Termo de Intenções com o Governo do Estado ocorreu na tarde desta quarta-feira, 29, pelo governador Antonio Denarium e o superintendente dos Correios, Ronaldo Lemes, no Palácio Senador Hélio Campos.

A intenção do programa é ampliar os serviços oferecidos na instituição e torná-los mais acessíveis para as pessoas que vivem em localidades mais distantes. Além disso, o Governo do Estado poderá oferecer serviços essenciais, aproveitando a estrutura dos Correios que está presente em todos os municípios de Roraima com 22 pontos de atendimentos.

O Governo do Estado vai avaliar quais serviços poderão ser disponibilizados por meio das agências. “Veremos os serviços essenciais que poderemos oferecer e também a possibilidade de as agências receberem as contas de IPVA [Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores], de água, de energia, facilitando a vida do contribuinte e dando mais qualidade de vida para a população do interior”, explicou o governador Antonio Denarium.

O superintendente dos Correios em Roraima, Ronaldo Lemes, explicou que o programa pretende levar cidadania, especialmente à população do interior. “A proposta do Balcão do Cidadão é levar cidadania àqueles que o Estado, de um modo geral, infelizmente não consegue alcançar, seja pelas dificuldades de acesso, ou pela distância, e uma série de outros fatores que contribuem para que haja uma certa disparidade entre a assistência do Estado nas capitais e a assistência no interior, principalmente”, frisou.

Lemes disse ainda que todas as agências da instituição estarão disponíveis para que o Governo possa utilizar a infraestrutura e o pessoal para levar todos os atendimentos possíveis aos cidadãos. “Em muitos cantos, não temos assistência bancária, mas os correios estão lá presentes em todos os municípios e se coloca à disposição para que suas unidades e seu pessoal possam ser utilizados para prestar serviços que o Estado possa demandar, seja um cadastro de beneficiário, ou uma pesquisa”, relatou.

 

Publicado em DESTAQUES

Encerrando as atividades do Janeiro Branco, campanha criada com o intuito de conscientizar a população sobra a importância da saúde mental, o Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria Estadual de Saúde) e Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social), promoveu no final da tarde desta quarta-feira, dia 29, o ciclo de palestras “Gestão das Emoções”.

Realizada no auditório do no Palácio da Cultura Nenê Macaggi, a ação contou uma participação de diversos profissionais de saúde e estudantes, além do público em geral. O suicídio foi o assunto que dominou parta das discussões do evento.

Para enriquecer o debate sobre o tema, a coordenadora geral de Vigilância e Saúde, Neila Macedo, trouxe um panorama geral dos casos que vêm ocorrendo nos últimos anos e os dados coletados pelo órgão mostram que é preciso estar alerta, principalmente com os jovens.

 “A taxa de suicídio no nosso Estado vem acompanhando o mesmo percentual da taxa mundial. Já chegamos a passar dos 11% e, atualmente, flutuamos entre 7% e 8%, fazendo com que estejamos no topo ou entre os três estados com maior proporção de casos”, comentou.

O secretário estadual de Saúde, Dr. Allan Garcês, também esteve presente no evento. Ele ressaltou a importância da campanha como forma de esclarecer à população sobre como buscar ajuda.

 “Muitas vezes, estamos doentes sem estar fisicamente incapacitados. Então, é importante conscientizar as pessoas que possam identificar não só em si, mas também em seu semelhante, os sinais de comprometimento mental. A Sesau está à disposição para trabalhar esses temas com a sociedade”, afirmou.

No público geral, a bacharel em Direito, Cyane Barros, de 29 anos, disse que se interessou em ir ao evento após ter presenciado um caso de depressão com uma pessoa próxima.

 “Teve uma tentativa de suicídio em meu ambiente familiar e isso me fez perceber o quanto as pessoas não percebem a seriedade do tema. Essa palestra reafirma que depressão não é frescura e me ajuda a entender que postura adotar”, pontuou.

Publicado em DESTAQUES
Quinta, 30 Janeiro 2020 12:47

COMUNICADO

A Sesau (Secretaria Estadual de Saúde), por meio da CGVS (Coordenação Geral de Vigilância em Saúde), torna pública a divulgação do ALERTA EPIDEMIOLÓGICO Nº 01/2020, relacionado aos critérios de definição de caso, notificação, diagnóstico, procedimentos de coleta e envio de amostras de casos suspeitos de 2019-NCOV (Coronavírus) e recomendações.

A medida está sendo adotada diante do cenário epidemiológico do 2019-NCOV (Coronavírus). O presente alerta visa orientar os estabelecimentos de Saúde do Estado e dos municípios de como devem proceder no monitoramento da doença. As informações contidas nela podem ser acessadas no site da Sesau (https://saude.rr.gov.br/index.php/informacoesx/coronavirus)

O último boletim do MS (Ministério da Saúde), divulgado na tarde desta quarta-feira, dia 29, apontou para nove casos suspeitos do Coronavírus no Brasil. Roraima por ter duas fronteiras (Guiana e Venezuela), a maior preocupação é com relação a faixa de fronteira Bonfim/Lethem, que costuma receber turistas da China, país onde teria se originado os primeiros casos.

 

Publicado em DESTAQUES