Mostrando itens por marcador: governoderoraima

Domingo, 29 Março 2020 10:31

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

A Secretaria de Saúde, por meio do COE-RR (Centro de Operações Emergenciais em Saúde Pública de Roraima), torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado e as publicações vão ocorre diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br), pelas redes sociais e na imprensa local.

A nova atualização informa que o Estado possui 75 notificações para o COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso recomendados pelo Ministério da Saúde. Destes, 16 foram confirmados, 01 é suspeito, 58 foram descartados.

Com relação apenas as confirmações para a doença, 13 casos foram notificados em Boa Vista e apenas 03 no município de Bonfim. 01 paciente precisou ser isolado em unidade hospitalar de referência.

O único caso suspeito registrado no boletim deste sábado, 28, foi notificado em Boa Vista. Já sobre os casos descartados, 46 notificações ocorreram em Boa Vista, 06 em Pacaraima, 03 em Bonfim, 02 na cidade de Rorainópolis e 01 em Mucajaí.

Vale lembrar que até o momento nenhum óbito foi registrado no Estado.

Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.

Publicado em DESTAQUES
Sábado, 28 Março 2020 01:08

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

A Secretaria de Saúde, por meio do COE-RR (Centro de Operações Emergenciais em Saúde Pública de Roraima), torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado e as publicações vão ocorre diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br), pelas redes sociais e na imprensa local.

A nova atualização informa que o Estado possui 72 notificações para o COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso recomendados pelo Ministério da Saúde. Destes, 12 foram confirmados, 05 são suspeitos, 55 foram descartados.

Com relação apenas as confirmações para a doença, 09 casos foram notificados em Boa Vista e apenas 03 no município de Bonfim. Vale lembrar, porém, que 02 casos da capital foram avaliados por infectologista na tarde desta sexta-feira, 27, ondo ficou constatado que ambos encontram-se recuperados/curados.

Sobre os casos suspeitos, 04 notificações ocorreram em Boa Vista e 01 no município de Mucajaí.

Já sobre os casos descartados, 44 notificações ocorreram em Boa Vista, 06 em Pacaraima, 03 em Bonfim e 02 na cidade de Rorainópolis. Até o momento nenhum óbito foi registrado no Estado.

Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.

Publicado em DESTAQUES

Os dois primeiros pacientes que testaram positivo para o novo coronavírus (COVID-19) em Roraima receberam a confirmação de que estão de alta médica. A informação foi confirmada na tarde desta sexta-feira, 27, pelo médico infectologista e membro do COE-RR (Centro de Operações Emergenciais em Saúde Pública de Roraima), Alexandre Salomão.

Conforme ele, após a suspeita de diagnóstico da doença, foi realizada a coleta de exame e orientado o isolamento domiciliar para ambos. “Eles foram orientados sobre todos os protocolos de isolamento, sendo acompanhados pelo município. Esses pacientes evoluíram sem nenhuma complicação [de saúde] ou intercorrência que necessitasse de uma internação hospitalar, e, após 14 dias do isolamento obrigatório, as equipes do Governo e da Prefeitura foram até a residência dessas duas pessoas, constatou que ambos estão em condição de retornarem as suas atividades habituais, e conforme os protocolos do Ministério da Saúde, não há mais chance de transmissão viral”, destacou.

Segundo o infectologista, o maior perigo de transmissibilidade do vírus ocorre nos sete primeiros dias após o início dos sintomas, podendo se estender até 14 dias. Por esse motivo, o isolamento é indispensável para evitar que outras pessoas venham a ser infectadas. “Quando esses pacientes manifestaram os sintomas, eles já estavam cumprindo a recomendação de isolamento, dando uma margem de segurança para que não haja como ter uma transmissão viral, conforme prevê o Ministério da Saúde”, completou.

Alexandre Salomão lembrou ainda que, apesar o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, ter declarado que o Brasil se tornou um país com transmissão comunitária – quando é feita ao mesmo tempo por várias fontes não identificadas e que não estiveram no exterior –, o diagnóstico precoce já coloca o Estado em situação confortável, mostrando que as autoridades locais estão empenhadas em proteger a população.

“Apesar do Brasil estar com a transmissão comunitária, Roraima ainda não tem documentada esse tipo de situação. O Governo continua buscando dar o isolamento precoce, tentando procurar o contato dos pacientes para assim fazer o bloqueio epidemiológico mais efetivo”, completou.

 FLUXO – O médico salientou ainda como os pacientes devem agir em casos de apresentar sintomas suspeitos, uma vez que o fluxograma de atendimento na rede pública de saúde foi restruturado para o enfrentamento ao coronavírus.

“Pessoas com sintomas leves, como coriza ou uma febre baixa podem ficar em casa ou procurar uma UBS [Unidade Básica de Saúde], caso sinta essa necessidade. No caso de manifestar sintomas como febre moderada, tosse, dor de garganta, elas precisam obrigatoriamente buscar uma UBS. Agora, se elas apresentarem esses sintomas, acrescidos de falta de ar, devem procurar uma unidade de referência, sendo o Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento para os adultos e o Hospital da Criança Santo Antônio para atendimento pediátrico”, concluiu.

 

Publicado em DESTAQUES

Com o propósito de garantir a assistência necessária para a população diante da epidemia causada pelo novo coronavírus (COVID-19), o Governo de Roraima instituirá a Sala de Situação, uma ferramenta fundamental para o reforço no trabalho de enfrentamento à doença no Estado.

A Sala de Situação funcionará 24 horas/dia e contará com reuniões diárias a partir das 8h, no auditório da CGVS (Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde), na Avenida Capitão Júlio Bezerra, esquina com a Rua Arnaldo Brandão, 283, no bairro São Francisco, em Boa Vista. No local, serão disponibilizados terminais de autoatendimento para a população a partir de hoje, 27.

A Sala de Situação respeitará um Comando Unificado e será coordenada pela Sesau (Secretaria de Saúde), CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima) e Defesa Civil, por meio do trabalho integrado nas áreas de planejamento, operação, finanças e logística.

“Será um serviço estratégico no combate à doença, atendendo a recomendação do governador Antonio Denarium para esse momento de pandemia. Nosso objetivo será reunir as informações, registrar os casos classificados como suspeitos de acordo com o preenchimento dos formulários e orientar a população sobre o que fazer, porque hoje as pessoas precisam saber que nos casos em que há a necessidade de isolamento social é obrigatório ficar em casa e aqueles casos em que for necessário atendimento médico é preciso saber para onde ir, ou seja, evitar uma corrida desenfreada às unidades hospitalares, de urgência e emergência, sem necessidade”, esclareceu o secretário de Saúde, Francisco Monteiro Neto.

“Trata-se da Operação Covid-19, onde o objetivo é fortalecer as ações que já estão sendo colocadas em prática desde o início do trabalho. O nosso papel será de concentrar as informações em uma única fonte de dados, coletadas atualmente nas áreas definidas na capital, incluindo a Rodoviária e Aeroporto, fronteiras com os municípios de Bonfim e Pacaraima, além da divisa com o Amazonas, no Jundiá, em Rorainópolis e, a partir das informações consolidadas na Sala de Situação, traçar as estratégias para atender as necessidades de forma padrão e, com isso, apresentar um resultado mais imediato e eficaz”, reforçou o Cel. Cleudiomar Alves Ferreira, diretor executivo de Proteção e Defesa Civil do Estado de Roraima.

Informação online

A Sala de Situação disponibilizará para a população acesso online, pelo endereço www.roraimacontraocorona.rr.gov.br, a todas as informações sobre orientação e prevenção do COVID-19 e, se necessário, o usuário poderá fazer o preenchimento de um formulário, que ao final será avaliado pelas equipes de monitoramento, bem como será feita a orientação ao usuário sobre a necessidade de manter o isolamento social ou buscar por uma UBS (Unidade Básica de Saúde).

O site pode ser acessado de maneira rápida e prática e estará disponível também pelo smartphone (sistema Android).

 Monitoramento em tempo real

As informações repassadas pela população durante a consulta ao site, ou terminais telefônicos, serão repassadas para o banco de dados e alimentação do sistema de informações, em tempo real. Por meio dessas ferramentas disponibilizadas pela Sala de Situação, a população poderá acompanhar a situação de Roraima em relação a casos suspeitos, confirmados, descartados e óbitos.

“As informações serão públicas e disponibilizadas na plataforma para avaliação diária e tomada de decisão, bem como consulta pública.

 Terminais telefônicos

A Sala de Situação disponibilizará, ainda, 10 terminais de autoatendimento, que funcionarão 24 horas/dia para orientação da população. Esse mesmo serviço também será feito pelo número 199, da Defesa Civil de Roraima.

“As linhas telefônicas já foram adquiridas e serão disponibilizadas tão logo os profissionais concluam a capacitação técnica para realizar esse serviço. Nossa expectativa é colocar a Sala para funcionar a partir desta quinta-feira”, salientou o Cel. Cleudiomar Alves Ferreira.

 “Essa medida já estava prevista e atende o planejamento de trabalho para esse momento da pandemia causada pelo COVID-19. São ações que atendem à preocupação do governador Antonio Denarium de prestar toda a assistência adequada para a população”, disse o secretário de Saúde, Francisco Monteiro Neto.

TELEFONES - Os números já foram instalados e estão disponíveis para a população. São eles:

 98414-4382

98414-3669

98414-0734

98414-3698

98411-5083

98414-3678

98410-6188

98414-2876

98414-3766

 

Publicado em DESTAQUES

Estão abertas as inscrições para oito cursos do Programa Formação pela Escola ofertados pelo FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação). Em Roraima, a Seed (Secretaria de Educação e Desporto) está realizando as inscrições por meio do Ceforr (Centro Estadual de Formação dos Profissionais da Educação).

Os cursos são: PDDE (Programa Dinheiro Direto na Escola), Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação), Controle Social, Censo Escolar, Livro Didático, Alimentação, Transporte Escolar e Siope (Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Educação).

Serão disponibilizadas 30 vagas por curso. Podem participar profissionais da área da Educação Básica estadual e municipal, profissionais que atuam em conselhos deliberativos (Conselho Escolar, Conselho de Alimentação Escolar, entre outros), além de pessoas da comunidade em geral. 

“São cursos de suma importância para os profissionais e atores sociais que colaboram com a gestão escolar, para estarem se capacitando a fim de melhorar sua atuação junto às escolas com o objetivo de melhorar os serviços ofertados nessas escolas e, consequentemente, a educação de nosso Estado”, ressaltou Adelson Pereira, coordenador estadual do Programa Formação pela Escola.

As aulas serão online no período de 05 de abril a 20 de maio, com carga horária de 60 horas. Os certificados serão expedidos pelo MEC (Ministério da Educação).

 INSCRIÇÕES- Para participar, os interessados devem acessar o portal do FNDE (fnde.gov.br) procurar a aba Programas/Programa Formação pela Escola, criar um cadastro e senha.

A fim de facilitar a inscrição dos interessados, o Ceforr está disponibilizando contatos telefônicos. Para fazer a inscrição, basta entrar em contato por telefone, pelos números: 98121-5569 / 99115-9403 / 99117-9808 e fornecer dados pessoais (nome completo, RG, CPF, endereço), além de um e-mail e telefone para contato via Whatsapp.

Com o repasse das informações, a equipe do Ceforr cria o cadastro e envia login e senha para acesso ao curso escolhido.

Em janeiro deste ano, foram ofertadas 150 vagas para esses cursos. Agora ocorre uma segunda etapa de oferta dos cursos, possibilitando que mais profissionais da Educação se capacitem.

 PROGRAMA FORMAÇÃO PELA ESCOLA

É um programa de formação continuada na modalidade EAD (Educação à Distância), ofertado pelo FNDE com o objetivo de fortalecer a atuação de agentes e parceiros que atuam com a avaliação, monitoramento, execução, prestação de contas e controle social dos programas educacionais financiados pelo FNDE.

Destina-se principalmente aos profissionais de educação da rede pública de ensino, técnicos, gestores públicos estaduais, municipais e escolares, além de profissionais que atuam em conselhos de controle social da educação.

Publicado em DESTAQUES

O governador Antonio Denarium reuniu membros do Comitê de Crise para o Covid-19 na manhã desta sexta-feira, 27, no Palácio Senador Hélio Campos para discutir novas medidas de combate ao novo coronavírus. O comitê aprovou a liberação dos serviços de drive-thru e delivery para o comércio com restrições para evitar a propagação do vírus.

“Nós estamos conseguindo controlar a contaminação e agindo preventivamente caso seja necessário a utilização de UTIs (Unidade de Terapia INtensiva) e providenciando leitos de retaguarda. Então, entendemos que é importante flexibilizar a reabertura do comércio que é necessária para que não haja uma crise econômica no Estado”, explicou o governador Antonio Denarium.

O comércio passa a funcionar na modalidade drive-thru, em que os clientes fazem o pedido e buscam na empresa. Também está liberado o serviço de entregas, conhecido como delivery. Já as empresas de transporte intermunicipal de pessoas voltam a funcionar a partir do dia 1º de abril limitando o número de viagens diárias. As empresas devem transportar até 70% da capacidade e fornecer máscaras e álcool aos passageiros. A nova medida serve para viagens intermunicipais e interestaduais. Essas e outras medidas serão publicadas no decreto.

Com relação à Saúde, Denarium anunciou a contratação de mais 26 leitos de retaguarda na Hospital da Mulher para atender pacientes do HMNSN (Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth), cerca de 140 no Hospital Lotty Íris, a ampliação de mais sete leitos no HMNSN. No HGR (Hospital Geral de Roraima) serão mais 10 leitos e mais 30 UTIs.

No Sistema Prisional serão montados 26 leitos na Cadeia Pública Masculina, caso ocorra contaminação. Os novos detentos também serão encaminhados para a mesma unidade para que cumpram o período de quarentena e depois serão encaminhados à Pamc (Penitenciária Agrícola de Monte Cristo).

A secretária de Educação, Leila Perussolo, informou que as aulas da rede estadual serão retomadas a princípio à distância, pelo menos enquanto durar o período de isolamento. As datas ainda serão definidas.

Denarium solicitou a compreensão de todos para que Roraima consiga passar pela crise sem maiores prejuízos como em outros Estados. “Peço a colaboração de todos os empresários no fornecimento de álcool e máscaras aos clientes e nos ajude no combate ao coronavírus para que possamos enfrentar essa crise sem grandes prejuízos financeiros como já está acontecendo nos outros Estados”, pontuou o governador.

 

--

Publicado em DESTAQUES

Visando a prevenção de pacientes e funcionários em meio a pandemia do novo coronavírus, o DPSM (Departamento de Políticas de Saúde Mental) da Sesau (Secretaria de Saúde) suspenderá as atividades em grupo e as consultas individuais não emergenciais nas Unidades de Atenção Psicossocial do Governo de Roraima, CAPS III - Edna Macellaro  Marques de Souza, CAPS AD III e a Unidade de Acolhimento a Adultos Maria da Conceição Inácio de Matos. A medida passou a vigorar nesta quinta-feira, 26. 

Conforme a Diretora do DPSM, Neila Denise Rabelo, a medida atende as recomendações do decreto estadual N° 28.635-E do Governo de Roraima, assinado no último domingo, 22, que declara calamidade pública em todo o Estado, e desta forma busca a reorganização do serviço para evitar aglomerações, conforme recomendação da OMS (Organização Mundial da Saúde).

As visitas de familiares aos pacientes internados no CAPS AD III e Unidade de Acolhimento a Adultos ocorrerão de forma reduzida, com análise de solicitações caso a caso.

 “A mudança tem o intuito de preservar os funcionários, bem como os próprios pacientes e seus familiares. Além dos idosos, há pacientes que possuem uma saúde mais debilitada, entre eles, as pessoas imunodeprimidas, hipertensos, com problemas respiratórios e cardiopatia”, complementou.

Também foi pontuado pela diretora que as consultas ainda podem ser agendadas para os próximos meses, e que, em caso de dúvidas, as pessoas podem procurar as Unidades, bem como seus gestores e o DPSM, para esclarecimentos.

“Continuamos com agendamentos de consultas e atualizações de receitas, mas os  atendimentos só ocorrerão na hora, se for uma situação urgente. O que o usuário precisar de forma inadiável, ele vai ter lá. Mas precisamos reduzir a entrada e saída de quem utiliza o serviço”, reforçou.

  UNIDADES - As unidades prestam atendimento de segunda a sexta-feira, nos turnos da manhã e tarde, nos seguintes endereços:

 - (CAPS III - Edna Macellaro, CAPS AD e a Unidade de Acolhimento): Avenida Capitão Ene Garcez, 497, Centro,

 - CAPS AD III (Centro de Atenção e Psicossocial, Álcool e outras Drogas)

Rua: Adail Oliveira Rosa, Nº 1652, Bairro: Alvorada.

 - U.A.A (Unidade de Acolhimento para adultos): Rua Bahia, 162/277, Bairro dos Estados.

 Para dúvidas e esclarecimentos sobre os serviços as unidades podem ser acionadas pelos telefones:

 - Centro de Atenção Psicossocial Álcool e outras Drogas - CAPS AD III:  (95) 98407-2238

 - Unidade de Acolhimento Adulto Maria da Consolação Inácio de Matos – UAA: (95) 98405-2333.

 - Centro de Atenção Psicossocial Edna Marcellaro Marques de Souza - CAPS III: (95) 98404-4219

Publicado em DESTAQUES
Quinta, 26 Março 2020 23:59

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

A Secretaria de Saúde, por meio do COE-RR (Centro de Operações Emergenciais em Saúde Pública de Roraima), torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado e as publicações vão ocorre diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br), pelas redes sociais e na imprensa local.

A nova atualização informa que o Estado possui 70 notificações para o COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso recomendados pelo Ministério da Saúde. Destes, 10 foram confirmados, 26 são suspeitos, 34 foram descartados.

Com relação apenas as confirmações para a doença, 09 casos foram notificados em Boa Vista e apenas 01 no município de Bonfim. Sobre os casos suspeitos, 17 notificações ocorreram em Boa Vista, 05 em Bonfim, 03 em Pacaraima e 01 em Rorainópolis.

Já sobre os casos descartados, 30 notificações ocorreram em Boa Vista, 03 em Pacaraima e 01 na cidade de Rorainópolis. Até o momento nenhum óbito foi registrado no Estado.

Vale lembrar que por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.

Publicado em DESTAQUES

O Governo do Estado está ampliando e fortalecendo as ações de combate ao COVID-19, e nesse sentido, o governador Antonio Denarium convidou todos os prefeitos do interior para planejar o trabalho em conjunto para amenizar os efeitos financeiros da crise e discutir os detalhes do atendimento aos pacientes nas comunidades indígenas e no interior. A reunião ocorreu nesta quinta-feira, 26, no Palácio Senador Hélio Campos com a presença também de secretários estaduais e municipais.

O governador Antonio Denarium, juntamente com o coordenador da Operação Acolhida, general Manoel Barros, apresentou a estratégia articulada com a Força Tarefa Humanitária para atendimento dos indígenas em que os pacientes serão encaminhados para triagem no DSEI (Distrito Sanitário Indígena) - Leste e no DSEI-Yanomami. Os casos notificados como suspeitos serão encaminhados para a APC (Área de Proteção e Cuidado). Os casos confirmados deverão ser encaminhados aos DSEIs para isolamento e tratamento.

A APC está sendo montada pelo Exército com capacidade de atender até 1.200 pessoas. Todos os casos identificados serão encaminhados para a área para centralizar a ação em apenas um local. A medida foi tomada para que o Governo possa ter maior controle e evitar o contágio de profissionais e a propagação do vírus.

Na parte econômica os prefeitos solicitaram apoio do governador na articulação junto à Receita Federal para suspender a cobrança das dívidas dos municípios para que possam utilizar a recomposição do FPM (Fundo de Participação dos Municípios) anunciado pelo Governo Federal, nas ações de combate ao coronavírus. Já na parte social, os gestores solicitaram a inclusão de beneficiários de pessoas em vulnerabilidade social do interior no programa Renda Cidadã que começará em abril.

Denarium mencionou como fundamental a união entre as instituições para que todos possam enfrentar a crise com mais força e para que a recuperação financeira em seguida seja de forma mais ágil.

“Essa é uma ação muito importante que estamos fazendo para dar apoio às prefeituras e unir forças para combater o coronavírus, pois a união é fundamental e nos dá ainda mais força para superar essa crise. O Governo está fazendo o possível para amenizar os impactos, tanto na saúde como na economia”, relatou.

O prefeito de Alto Alegre e presidente da AMR (Associação dos Municípios de Roraima), Pedro Henrique Machado disse que os municípios não têm condições de enfrentar a crise sozinhos e destacou a proximidade dos prefeitos com o governador e apresentou as pautas da Associação.

“Sem dúvida a união entre os entes públicos do nosso Estado será importante para vencer qualquer tipo de crise. O contato com o governador Antonio Denarium sempre foi muito próximo e ativo. Nós apresentamos nossa pauta e, sem dúvida vamos combater esse mal que está causando um transtorno enorme ao nosso País e ao nosso Estado que já enfrentava uma crise por conta da imigração”, avaliou.

A titular da Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem Estar Social), Tânia Soares apresentou os dados de pessoas em vulnerabilidade social em todo o Estado para explicar quem poderá ser beneficiado com o programa Renda Cidadã.

“A famílias em extrema pobreza são as que têm renda per capta de até R$ 89,00 já as de pobreza são famílias de renda de R$ 89,00 até R$ 178,00 e, as de baixa renda, são as de R$ 178,00 até meio salário mínimo onde vai entrar o  Renda Cidadã e todos os programas sociais” explicou.

Tânia falou ainda que a secretaria está à disposição das secretarias municipais para ajudar a elaborar o plano de contingência de cada uma.

 

Publicado em DESTAQUES

A manhã desta quinta-feira, 26, foi dedicada aos cuidados com a saúde. Servidores da Sesau (Secretaria de Saúde) que atuam na sede da pasta, na rua Madrid, no bairro Aeroporto, foram vacinados contra influenza e sarampo. Este é um reforço para os profissionais que encaram a linha de frente contra a pandemia do Novo Coronavírus no Brasil. As ações são coordenadas pelo NEPNI (Núcleo Estadual do Programa Nacional de Imunização).

Larissa Ignachitti, técnica do Núcleo salientou que ainda não há vacina contra o COVID-19, mas ainda é fundamental aumentar a imunidade. “A vacina contra Influenza imuniza a pessoa contra os principais tipos de vírus que causam a gripe no Brasil, sendo o H1N1 um deles. A pessoa imunizada saberá que se adoecer, não será por causa desses vírus que são combatidos com a imunização”, disse.

A técnica também explicou que, de acordo com os critérios adotados pelo Ministério da Saúde, é importante imunizar os funcionários, para que estejam preparados para a missão diária de atender a população.

“É ele (servidor da Sesau) que vai conduzir todo o processo da Saúde em meio a essa crise do Coronavírus. Então temos que ter o servidor imunizado para diminuir o adoecimento dele”, afirmou.

A secretária de gabinete da Comissão Setorial de Licitações, Andreza Alves Pimenta, de 24 anos, aproveitou para se vacinar de manhã cedo por zelo à própria saúde. “Como trabalhamos na Secretaria, nosso trabalho é importante para o andamento dos processos. Essa é a época que não podemos ficar doentes”, comentou.

Josiane Silva de Souza, recepcionista do Departamento de Diária da Sesau, de 36 anos, também faz questão de ficar protegida para o próprio cuidado e da família.

“Tenho duas crianças em casa, e tomo todo cuidado que posso. Toda vez que chego em casa vou direto tomar banho”, contou.

Publicado em DESTAQUES