GOVERNO DO ESTADO DE RORAIMA

Postado em: Governo de Roraima - 06/02/2017 às 13:54
  • ITINERANTE
    Repórter: Jonas Elmore | Edição: Johann Barbosa | Foto: Ascom/Desenvolve-RR



     

     

     

     

     

     

     

    A Desenvolve RR (Agência de Desenvolvimento de Roraima) inicia esta semana a realização das ações itinerantes de crédito, que acontecerão todo o ano em todos os municípios. A primeira ação ocorre em Alto Alegre, a partir de terça, 07, e vai até o dia 09, quinta-feira.

     

    A proposta da Desenvolve RR é injetar recursos em todos os setores da economia, levando acesso ao crédito a todos os micro e pequenos empresários, trabalhadores autônomos e produtores rurais dos municípios do Estado de forma menos burocrática, potencializando os investimentos no interior.

     

    Em Alto Alegre, a Desenvolve RR atuará com uma equipe de seis técnicos e um diretor, realizando atendimentos num ônibus equipado e personalizado para receber o cadastro de propostas dos clientes e realizar visitas técnicas.

     

    Serão oferecidas as linhas de investimentos Banco do Povo e Crédito Rural. Os financiamentos são de até R$ 5 mil para pessoa física, e de até R$ 15 mil para pessoa jurídica. As taxas de juros são de 2,13% ao mês e prazos de até 24 meses para amortização do crédito.

     

    A Desenvolve RR também fará atendimentos para o programa Balcão de Ferramentas, destinado à aquisi­ção de máquinas e equipamentos, construção civil, instalações e montagens, móveis e utensílios e demais itens ne­cessários à ampliação da capacidade produti­va.

     

    Segundo o presidente da Agência, Weberson Pessoa, as ações de crédito acontecerão em duas fases. Na primeira serão realizados os atendimentos, visitas e seleção de proponentes. Na segunda, as propostas serão analisadas, os técnicos farão as visitas necessárias e após a elaboração e assinatura de contrato será autorizada a liberação do credito.

     

    “É importante que nossos eventuais tomadores de crédito fiquem atentos a nossa chegada em cada município do Estado e tenham em mãos os documentos necessários para iniciar o processo de financiamento”, observou Weberson.