GOVERNO DO ESTADO DE RORAIMA

Postado em: Geral - 17/05/2017 às 18:21
  • REFORÇO NO INTERIOR
    Repórter: Fernando D’Gilfa | Edição: SECOM-RR | Foto: ASCOM/DETRAN



     

     

     

     

     

     

     

     

     

    O Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima), vai disponibilizar etilômetros para as unidades da Polícia Militar no interior do Estado. Os dispositivos serão utilizados nas fiscalizações e também poderão ser usados por agentes de trânsito.

     

    “Os etilômetros precisam passar por aferição do Inmetro anualmente e estamos percorrendo alguns municípios para substituir os aparelhos antigos por outros devidamente aferidos”, explicou o chefe de fiscalização de trânsito do Detran, Vilmar Florêncio.

     

    Ainda de acordo com Vilmar, o Detran também ministrará instrução de operação dos dispositivos e de atualização de procedimento administrativo de fiscalização de trânsito, para a Policia Militar e agentes do departamento lotados em cada município visitado.

     

    Os etilômetros já foram entregues nos municípios de Bonfim, Mucajaí e Caracaraí. Ainda este mês o Detran fará a entrega nas cidades de Alto Alegre, Rorainópolis e Pacaraima. A programação segue de acordo com o planejamento que foi feito junto ao comando da Policia Militar de cada município.

     

    O Presidente do Detran, Luiz Eduardo Castilho, ressalta que esse ano o departamento está expandindo a disponibilização de etilômetros aos municípios de Bonfim, Mucajaí, Alto Alegre e Pacaraima, que antes não contavam com os equipamentos.

     

    “São ferramentas indispensáveis para coibir a prática de embriaguez ao volante, que é responsável pela maioria dos acidentes graves com óbitos”, destacou Castilho.

     

    A cooperação entre o Detran e Polícia Militar é de suma importância para os bons andamentos do trabalho de fiscalização, explicou o chefe de fiscalização do Detran, Vilmar Florêncio.

     

    “Tanto na capital, quanto no interior, contamos com a ajuda da Polícia Militar. São os policiais militares quem garantem a nossa segurança e nos auxiliam nas fiscalizações. No interior, eles também fazem parte do corpo de fiscalizadores, pois também são agentes de trânsito. Sem esse braço de cooperação, não seria possível realizar os trabalhos temos desenvolvido nos últimos anos”, disse.