GOVERNO DO ESTADO DE RORAIMA

Postado em: Governo de Roraima - 16/06/2017 às 14:35
  • OPERAÇÃO DE BUSCA
    Repórter: SECOM/RR | Edição: ALBANI MENDONÇA | Foto: CARLOS VIEIRA


    A equipe em atividade na Terra Indígena Yanomami passa a contar com sete especialistas em busca na mata e em mergulho

     

     

     

     

     

    O CBM-RR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima) envia nesta sexta-feira, 16, mais três especialistas em busca na mata e em mergulho para a região de Catrimani, na Terra Indígena Yanomami, município de Caracaraí, com a finalidade de prosseguir as buscas pelo piloto da aeronave da empresa Paramazônia, Elcides Rodrigues Pereira, que realizou um pouso forçado na localidade, na última quarta-feira, 14. 

     

    Segundo o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Doriedson Ribeiro, na manhã desta sexta-feira, após reunião de planejamento, o Comando do CBM-RR decidiu enviar para a região mais três bombeiros. Eles saíram de Boa Vista no final da manhã de hoje, do Hangar da empresa Paramazônia Táxi Aéreo em um avião de pequeno porte, e seguem para o local onde Elcides Rodrigues realizou o pouso forçado e desapareceu, após tentativa de salvamento pela equipe da Paramazônia.

     

    Os três especialistas se juntam à equipe de outros quatro bombeiros já enviados para a região na manhã de quinta-feira, 15, somando sete profissionais em atividade. A primeira missão deles é abrir uma clareira, próximo à área onde ocorreu o acidente com a aeronave da Paramazônia, um ponto de pouso, para um helicóptero que seguirá para a localidade nesse sábado, 17, a fim de ser utilizado nos procedimentos de busca. 

     

    Conforme o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, o ponto-base da Missão Catrimani, onde o avião com as equipes de busca e salvamento aterrissa, é muito distante do local em que aconteceu o acidente. Os quatro especialistas do CBM-RR enviados nessa quinta-feira tiveram de viajar por via fluvial seis horas até chegar às proximidades da área onde o piloto desapareceu.

     

    Os três especialistas que vão para a região nesta sexta-feira, de acordo com o comandante do Corpo de Bombeiros, serão lançados nas imediações do local do acidente, com a tarefa de abrir um ponto de pouso para o helicóptero que irá para Caracaraí amanhã. 

     

    “O objetivo é fazer uma clareira num ponto mais próximo ao local do fato, para possibilitar o pouso do helicóptero, a fim de que possamos fazer a gestão das atividades de buscas perto da área do acidente”, explicou Doriedson Ribeiro.