GOVERNO DO ESTADO DE RORAIMA

Postado em: Saúde - 14/07/2017 às 11:02
  • SAÚDE DA MULHER
    Repórter: Secom-RR | Edição: Leandro Feitas | Foto: Ascom/Sesau



     

     

     

     

     

     

     

    Ainda este mês, o CRSM (Centro de Referência de Saúde da Mulher) passará a funcionar em novo endereço. Para realizar a mudança de equipamentos e mobiliário, os atendimentos terão que ser suspensos a partir desta sexta-feira (14), voltando a funcionar ainda no mês de julho, já nas novas instalações.

     

    Para suprir a demanda dos dias em que a unidade permanecerá fechada, haverá atendimento reforçado na primeira semana de funcionamento no novo local.

     

    A nova sede fica localizada na Avenida Capitão Júlio Bezerra, 1632, bairro Aparecida, onde antigamente funcionava a Residência Médica, que passou por total readaptação para receber o CRSM.

     

    A obra teve o investimento de R$ 1.342.014,28, do programa Rede Cegonha, do MS (Ministério da Saúde), com contrapartida do Governo do Estado. No novo espaço, alguns serviços básicos de educação em saúde e acompanhamento para gestantes terão ampliação.

     

    Alguns deles são os tratamentos odontológicos direcionados para as futuras mamães e realização de palestras de sensibilização, como educação familiar em geral, educação sexual e orientação para tratamentos de doenças.

     

     Com a entrega da nova sede, a expectativa é que a demanda aumente em cerca de 25%, ou seja: o número de atendimentos passará de 4,5 mil para 5,6 mil mulheres ao mês.

     

     Isso devido à ampliação do espaço físico, com novos consultórios e serviços antes não oferecidos às mulheres, como exames ginecológicos ampliados, pressão cardíaca fetal gerada por gráfico e fisioterapia.

     

    O CRSM é a única unidade no Estado especializada em atendimentos às mulheres e disponibiliza vários serviços de extrema importância à prevenção e tratamento de saúde desse público. Anualmente, 60 mil consultas são realizadas no Centro, que atende aos 15 municípios, além de pacientes da Venezuela e Guiana.

     

     Em média, 350 pessoas são atendidas diariamente no CRSM, em uma das 30 especialidades ofertadas, como consultas, exames e procedimentos. Entre os serviços disponíveis na unidade estão exames ultrassonográficos de mama, obstétrica, morfológica, endovaginal e doppler, mamografia, além de teste rápido para HIV, hepatite e sífilis e exames para o diagnóstico de câncer de mama e de colo do útero.

     

    Segundo o secretario estadual de saúde, César Penna, este é mais um compromisso da atual gestão com a saúde da população. “A governadora Suely Campos assumiu o compromisso de investir na saúde e a nova sede vem para comprovar isso para as roraimenses”, disse.

     

    No Centro também são realizados pequenos procedimentos para retirada de nódulos benignos. Além dos procedimentos voltados à saúde da mulher, o CRSM realiza ainda a vasectomia, um procedimento direcionado aos homens na unidade, em mutirões periódicos, como parte do programa de Planejamento Familiar.

     

    Sobre o que acontecerá com o espaço que antes servia ao Centro de Referência de Saúde da Mulher, Penna esclareceu. “O espaço antigo passará por adequações para se tornar um novo bloco de leitos para a maternidade, com 37 novos leitos que vão proporcionar um melhor atendimento para as as paciente da unidade”.

     

    NOVOS LEITOS - Com a desocupação do espaço anexo ao HMINSN (Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth) que vinha sendo ocupado há 12 anos, a Maternidade ganhará 37 novos leitos após passar por todas as adequações necessárias, melhorando a qualidade de atendimento da unidade.