GOVERNO DO ESTADO DE RORAIMA

Postado em: Governo de Roraima - 16/07/2017 às 14:15
  • CLUBE DE MÃES
    Repórter: JOÃO PAULO PIRES | Edição: ALBANI MENDONÇA | Foto: RAIMUNDO LIMA


    Suely anunciou ainda que Governo ajudará coral infantil da escolinha municipal indígena Princesa Isabel a gravar CD com canções em língua Macuxi

     

     

     

    Localizada no município do Amajari, a Vila Três Corações, comunidade com 369 famílias, ganhou um Clube de Mães, inaugurado na tarde deste sábado (15) pela governadora Suely Campos. Esta é a quarta sede que está em funcionamento no Estado.

     

    A casa que abriga o Clube da comunidade estava desativada e com estrutura deteriorada e foi totalmente reformada: ganhou nova pintura, colocação de cerâmica, construção de mais um banheiro, partes elétrica e hidráulica refeitas, recebeu uma central de ar e projeto de jardinagem, além de mobiliário novo. A expectativa é que a unidade atenda a 80 mulheres a partir deste domingo (16) até dia 20 de julho.

     

    A governadora Suely Campos declarou que é uma grande satisfação inaugurar o Clube de Mães na região, e que a unidade tem como foco a geração de renda e a inclusão social. 

     

    “É significativo para nós. Tem gente que diz que artesanato não dá lucro, mas acredito justamente no contrário: o artesanato gera renda sim. Um exemplo é que, só no Arraial do Anauá, a Expoarrte vendeu R$ 26 mil em artigos de artesanatos locais. Isso é um excelente indicativo e significa muito, pois são objetos que não são de primeira necessidade, como a comida. O artesanato é rentável sim e promove inclusão social e econômica no nosso Estado”, frisou.

     

    A titular da Setrabes (Secretaria de Estado do Trabalho e Bem-Estar Social), Emília Campos, garantiu que, além de fomentar a geração de renda, as mulheres da comunidade terão um ponto de referência para outros programas do Governo ou mesmo deliberações sobre o lugar onde vivem. “Será um porto seguro para as mulheres e estamos felizes de poder devolver isso a elas. Os programas que são bons para a comunidade precisam continuar e isso marca uma conquista de toda mulher da Vila, que toda a população poderá usufruir”, disse.

     

    A costureira Zenilda Lima, de 62 anos, mora na Vila Três Corações e tem quatro pessoas em sua família. Ela trabalha costurando roupas íntimas e acredita que participar das atividades do Clube de Mães será decisivo no incremento da renda familiar. “Vai ser muito bom não só para mim, mas para todas as companheiras daqui da Vila. É a nossa oportunidade de investir tempo numa renda extra para a gente. Fico muito satisfeita pela preocupação da governadora por nós”, relatou.

     

    Tuxaua há oito anos da Vila Três Corações, Vando Rocha relata que é de grande importância a inauguração do programa no local. “O que a governadora fez é um grande benefício para toda a nossa sociedade. Nós vemos o empenho que ela tem com os povos indígenas. Como tuxaua, me preocupo muito com os jovens estarem ocupados e se manterem longe das drogas e o Clube de Mães também é uma ótima ajuda nesse sentido”, declarou. 

     

    A partir deste domingo (16) até 20 de julho, terão início os primeiros cursos na unidade. Serão realizadas oficinas de pintura em MDF, pintura em molde vazado, crochê e ponteira de lã. A expectativa é atender a 80 mulheres durante as oficinas nos períodos da manhã e tarde.

     

    Clube de Mães – No dia 11 de novembro de 2016, a governadora Suely Campos sancionou a Lei 1119, que institui o Clube de Mães em Roraima. Este foi um avanço para que o programa, que visa a capacitar mulheres para terem uma fonte de geração de renda por meio do artesanato, fosse permanente, independentemente da gestão.

     

    Desde 2016, mais de 500 mulheres já participaram das oficinas dos Clubes de Mães. E com a inauguração da unidade na Vila Três Corações, serão quatro Clubes de Mães em funcionamento: Rorainópolis, inaugurado em fevereiro de 2016; Vila do Trairão, em Amajari, inaugurado no mês de abril de 2016, e Comunidade do Ouro, também em Amajari, inaugurado no mês de março de 2017.

     

    Coral Indígena Infantil – Na ocasião, Suely anunciou que o Governo do Estado ajudará o coral infantil dos estudantes da escolinha municipal indígena Princesa Isabel com a gravação de um CD com as músicas do repertório do grupo, que recebeu a governadora na cerimônia cantando o hino de Amajari na língua Macuxi.

     

    A estudante Rayca Gomes tem 11 anos e ficou muito feliz com a novidade. Ela disse que o coral sabe cantar o Hino Nacional, do Estado e do município, mas que atualmente todos estão ensaiando músicas tradicionais da etnia Macuxi. “É legal, porque a gente também quer mostrar a nossa cultura. Mostrar o nosso mundo e o jeito que nós escolhemos viver é muito importante para diminuir o preconceito”, disse.

     

    A professora de língua Macuxi da escolinha municipal de Três Corações, Nely Simplício, de 34 anos, concorda com a aluna. “Fomentar isso é bom para cada um deles pelo fato de estarem aprendendo sobre a sua própria cultura de origem. Se a gente não dá continuidade nesse trabalho, isso pode se acabar e todos ficarem sem referências no futuro”, concluiu.

     

    Caravana do Povo – A governadora Suely também adiantou, durante a cerimônia de inauguração, que a Vila Três Corações receberá a visita da Caravana do Povo, no próximo dia 28 de julho. “Passamos aqui em 2016 e foi um sucesso de atendimentos. Agora teremos a oportunidade de retornar com a Carreta da Mulher para atender a todas as mulheres, crianças e idosos que estão no local, além, claro, das outras comunidades vizinhas”, concluiu.