GOVERNO DO ESTADO DE RORAIMA

Postado em: Geral - 10/08/2017 às 18:45
  • DESENVOLVIMENTO
    Repórter: WESLEY OLIVEIRA | Edição: SECOM RR | Foto:

    A governadora Suely Campos recebeu nesta quarta-feira, 9, no gabinete do Palácio Senador Hélio Campos, uma comitiva de deputados do Parlamento Amazônico. O encontro teve como objetivo, discutir questões referentes a políticas públicas e econômicas da região.
     
    Lideranças da comitiva colocaram em pauta sua preocupação com questões que inviabilizam o desenvolvimento da região amazônica. Suely Campos destacou a importância de receber os parlamentares para discutir e tratar de questões da Amazônia Legal.
     
    “É importante andarmos juntos. Agora com o deputado Coronel Chagas na presidência do Parlamento, vamos unir forças para tentarmos resolver as demandas presentes na Amazônia e no nosso Estado”, disse Suely.
     
    A parceria entre os poderes é considerada um facilitador do diálogo sobre assuntos amazônicos diretamente com os deputados roraimenses que integram o grupo. De acordo com o deputado Frederico Antunes, do PP (Partido Progressista) do Rio Grande do Sul, a união dos esforços vai abrir fronteira para o crescimento do Estado.
     
    “Viemos aqui para ouvir da governadora sobre a experiência na produção de alimentos em Roraima. Insumos importantes para todo ser humano e isso tem nos ajudados muito a abrir fronteiras na exportação de alimentos”, ressaltou.
     
    O deputado explica ainda que não há diferença de necessidade, nem de virtudes entre os Estados, pois as lutas são as mesmas. Mas que é preciso unir esforços.
     
    “Os encontros são importantes para conhecermos um pouco mais da realidade de outros Estados que fazem parte dessa região e que estão em busca de um mesmo ideal. Nós identificamos essa base como proposta para as ações e estratégia de atuação coletiva”, explicou Antunes.
     
    Durante o encontro, o presidente do Parlamento Amazônico, deputado coronel Chagas, falou sobre a importância política do encontro e se colocou à disposição do Governo de Roraima para ajudar a resolver os problemas mais preocupantes, como os relacionados à questão indígena e energética.
     
    “O importante é andarmos juntos e mostrarmos que temos os mesmos objetivos. E Consequentemente, desenvolver políticas públicas para melhor a vida dos povos amazônicos e do nosso Estado”, disse Chagas.