Sexta, 15 Outubro 2021 17:52

INVESTIMENTO NA SAÚDE | Governo adquire materiais para acelerar cirurgias ortopédicas Destaque

Escrito por Lucas Sechi
INVESTIMENTO NA SAÚDE | Governo adquire materiais para acelerar cirurgias ortopédicas Ascom/Sesau

O Governo do Estado está alcançando mais uma importante etapa no trabalho de reestruturação da saúde do Estado. Nesta sexta-feira, 14, o HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento) recebeu cerca de quatro mil materiais médico-hospitalares para reforçar a realização de cirurgias ortopédicas.

O material foi adquirido por meio do trabalho integrado entre o Governo de Roraima e os parlamentares estaduais Chico Mozart, Betânia Almeida e federal Sheridan Oliveira.

E faz parte do planejamento estratégico que vem sendo colocando em prática pela Secretaria de Saúde para desafogar a demanda das cirurgias eletivas no Estado, que passaram a ser realizadas de forma gradativa, em virtude da pandemia. Agora o foco é manter o HGR com as condições necessárias para realizar os procedimentos de forma contínua e atender toda a demanda.

“Estamos dando condições ao HGR para que as cirurgias eletivas sejam feitas sem nenhum imprevisto e com isso possamos beneficiar diretamente as pessoas que aguardam por esses procedimentos. E mais ainda, estamos reforçando a capacidade de atendimentos da especialidade de ortopedia para dar atendimento a todas as pessoas que precisam, incluindo os que sofreram acidentes automobilísticos e que dependem do procedimento para concluir o tratamento e retomar as atividades diárias”, frisou o governador Antonio Denarium.

Para o secretário adjunto da Sesau, Douglas Teixeira, que acompanhou a entrega dos equipamentos junto à equipe responsável pelo HGR, a primeira remessa recebida nesta sexta-feira faz parte de outras duas que também serão entregues ao HGR ao longo da próxima semana.

“Com a gradativa superação da fase mais crítica da pandemia nós estamos podendo redirecionar os nossos esforços para outras demandas como a das cirurgias ortopédicas que tanto nos tem preocupado. E o recebimento desse material é um passo fundamental para garantir o avanço necessário na realização desses procedimentos”, ressaltou o secretário.

EQUIPAMENTOS

Entre os equipamentos entregues estão cerca 1.500 fixadores externos para controle de danos e fraturas expostas, 1.600 fios de kirshinner para fixação e correção de fraturas e mais de 1.000 placas e parafusos para reforço dos procedimentos.

Materiais ajudarão a atender pacientes vítimas de acidente de trânsito

Em 2020, de acordo com o Serviço de Arquivo Médico e Estatística do HGR, 4.977 pessoas deram entrada no Grande Trauma vítimas de acidentes de trânsito.

Em 2021, até o mês de setembro 3.441 pessoas deram entrada na unidade pelo mesmo motivo. Os dados mostram que boa parte destas pessoas precisa passar por algum tipo de procedimento cirúrgico para retomar à rotina.

De acordo com o diretor geral do HGR, Anderson Benetta, a chegada dos novos materiais deve dar mais agilidade ao andamento da fila de cirurgias ortopédicas.

“Esse material é destinado especificamente para as cirurgias de ortopedia que hoje são o maior volume de cirurgias que a gente tem no HGR, principalmente os pacientes de traumatologia, pacientes que se acidentam enquanto dirigem. Então com esse material a gente vai conseguir acelerar a fila de espera das cirurgias de ortopedia, uma vez que temos uma grande quantidade aguardando”, reforçou.

Para quem está na linha de frente, no cuidado com os casos gerados por esse contexto, como o ortopedista Ilderson Pereira, contar com suporte de material cirúrgico reforçado faz toda diferença na resolução do caso clínico e dá mais preparação contra possíveis complicações nos procedimentos.

“Agradeço pelo trabalho conjunto que o Governo do Estado vem fazendo para nos dar condições de entregar um trabalho cirúrgico com mais eficiência e qualidade para os nossos pacientes. É um impulso importante para conseguirmos sanar a ampla demanda por cirurgias ortopédicas no nosso Hospital. Os fixadores externos, principalmente, são essenciais para os pacientes que dão entrada no HGR com fraturas expostas, porque agora temos mais garantias de que serão evitadas possíveis sequelas nestes casos”, complementou.